Prefeitura e Cohab sorteiam 220 imóveis do Residencial Sírius em Campinas

A Prefeitura, por meio da Companhia de Habitação Popular de Campinas

(Cohab-Campinas), promoveu, na noite desta quarta-feira, 20 de junho, o sorteio de 220 apartamentos (Quadra C4) da 2ª fase do Residencial Sírius, empreendimento implementado pela Construtora PDG Goldfarb, na região Noroeste.

O sorteio aconteceu na sede da Cohab-Campinas, num evento que contou com a presença do secretário de Habitação e presidente da Cohab-Campinas, Clélio Leme, representando o prefeito Pedro Serafim, da vereadora Leonice da Paz, que representou a presidência da Câmara Municipal, da gerente de atendimento a órgãos públicos da Caixa Econômica Federal, Maria Teresa Rodrigues e demais convidados.

As famílias contempladas são participantes do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) que, em sua maioria, foram removidas de áreas de risco dos bairros Jardim Florence, Três Estrelas, Princesa D´Oeste, Vila Progresso, Satélite Íris, São Judas Tadeu, 10 de Março, Santa Lúcia, Jardim Anchieta, além dos beneficiários que vinham recebendo o Auxílio Moradia.

Desde o sorteio das primeiras unidades habitacionais viabilizadas pelo PMCMV em Campinas, ocorrido em dezembro de 2010, a Secretaria de Habitação (Sehab) já contabiliza 2.302 famílias atendidas, nos residenciais Jardim Bassoli, Porto Seguro/Parque Campinas, Santa Lúcia e Sírius, localizados nas regiões Noroeste e Sudoeste. Quando as obras estiverem totalmente concluídas, somente o Residencial Sírius vai contar com 2.620 apartamentos.

Compromisso

Na abertura do evento, o secretário de Habitação e presidente da Cohab-Campinas, Clélio Leme, disse que a vocação dele e do prefeito Pedro Serafim é entregar moradias populares. “O prefeito Pedro Serafim me incumbiu de parabenizar vocês nesta noite em que 220 famílias estão iniciando uma nova etapa da vida, que será dentro de suas próprias casas. Nós da Secretaria da Habitação (Sehab) e da Cohab estamos trabalhando para realizar o sonho de mais famílias. Desde a implantação do PMCMV já foram entregues 2.302 unidades habitacionais e pretendemos chegar a 5 mil até o final deste ano”, afirmou.

A vereadora Leonice da Paz também fez uma saudação especial às famílias e disse que entende muito bem este sentimento de felicidade. “Eu também venho de família pobre e sei o que significa este momento na vida de vocês. Parabéns a todos e parabéns também aos funcionários da Cohab e da Sehab que anonimamente se esmeram e que secretamente também comemoram junto com vocês”, destacou.

A gerente da Caixa Econômica Federal, Maria Teresa Rodrigues, fez questão de saudar os presentes e disse que mais pessoas serão beneficiadas pelo PMCMV. ”É um grande prazer pra nós, da Caixa, trabalhar com a Prefeitura, Cohab, Sehab e Câmara de Vereadores, porque entendemos que esses órgãos estão se comportando muito bem no papel de gestores. O Residencial Sírius, pra onde vocês estão indo, está bem localizado, tem infraestrutura e é um empreendimento de sucesso. Parabéns”, completou.

Doce lar

Para as famílias, o sorteio representou a concretização do sonho da casa própria e a proximidade do início de uma vida completamente diferente.

A dona de casa Ângela Maria Sampaio, que vivia em uma ocupação irregular no Parque Universitário, contou que está feliz por viver a expectativa de morar num local regularizado, que será seu de fato, embora tenha confessado que teme não se acostumar num apartamento. “Onde morei não tem asfalto, é um transtorno. Eu não gosto de apartamento, para falar a verdade, mas vou tentar. Mas ocupar um lugar que será meu é bom”, reconheceu.

O estoquista Luan Félix, de 20 anos, que vivia no Ouro Verde nas mesmas condições e vai morar num dos apartamentos do Sírius com os avós, contou que também sempre morou em casa. Mas, demonstrou otimismo quanto à nova condição de vida. “Acho que vai ser legal e melhor, mais seguro, acredito que posso acostumar”, garantiu.

A vistoria e a assinatura de contrato com a Caixa Econômica Federal estão previstas para os dias 27 e 28 deste mês, enquanto que as mudanças propriamente ditas devem acontecer entre os dias 13 e 24 de agosto.

Características dos apartamentos

As unidades habitacionais do Residencial Sírius receberam azulejo somente nas áreas úmidas e são de dois tipos: tipo 1, com em área de 44,75 m2, sala, cozinha, quarto, banheiro e corredor e do tipo 2, com área de 47 m2 sala, cozinha, quarto, banheiro e corredor. Entre esses apartamentos, oito são adaptados para idosos e portadores de necessidades especiais e estão distribuídos entre as torres 1 e 2.

O condomínio possui 129 vagas para carros, 38 vagas para motos, playground e dois salões de festa. O investimento nesta etapa é da ordem de R$ 136 milhões.

Retaguarda Social

Todos os moradores desta segunda etapa do Residencial Sírius serão integrados a um Plano de Trabalho Técnico Social (PTTS), a ser realizado pela Cohab-Campinas, durante 12 meses, período em que as famílias receberão orientações em diversas frentes, cujo objetivo é resgatar a cidadania dos beneficiados do PMCMV.

Neste projeto as pessoas recebem noções sobre coleta seletiva de lixo, como funciona a vida em um condomínio, economia doméstica, já que terão de arcar com custos fixos mensalmente, e outras frentes importantes para o dia a dia das famílias.

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo financiamento e acompanhamento da execução dos trabalhos. Já a Prefeitura, por meio da Cohab-Campinas, tem a função de elaborar o PTTS, disponibilizar profissionais para executar as ações e apresentar relatórios financeiros e de atividades à Caixa. Para este trabalho o investimento estimado é de R$ 228 mil.

Deixe uma resposta